Premiados 7º Olhar de Cinema

Aconteceu nesta quarta-feira, 13/06, a cerimônia de premiação do 7º Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba. O júri da Mostra Competitiva, composto pelo cineasta André Novais Oliveira, a programadora Claire Allouche e o crítico de cinema Roger Koza, elegeu a co-produção eslovena-croata “Homens que Jogam” como o melhor filme desta edição. O longa-metragem brasileiro “Sol Alegria”, de Tavinho Teixeira e Mariah Teixeira, também se destacou entre os selecionados, recebendo um prêmio especial do júri, que ainda concedeu ao filme “Boa Sorte”, de Ben Russell, o prêmio de Contribuição Artística.

Dentre os curtas da Mostra Competitiva, o vencedor do Prêmio Olhar foi “A Estranha História do Prince Dethmer”, dirigido por Corto Vaclav e Hadrien La Vapeur. “Eles Vêm Aí!”, de Ezequiel Reyes, recebeu uma menção especial. Para o público, o melhor filme da Mostra Competitiva foi “Fabiana”, da diretora goiana Brunna Laboissière.

Os filmes brasileiros que receberam o Prêmio Olhares Brasil foram o longa “O Chalé É uma Ilha Batida de Vento e Chuva”, de Letícia Simões, e o curta “Maré”, de Amaranta Cesar. O Prêmio Olhares Brasil

A cerimônia de premiação aconteceu antes da exibição do longa-metragem “Meu Nome É Daniel”, dirigido por Daniel Gonçalves. Confira a lista completa:

Competitiva

Prêmio Olhar de Melhor Filme
HOMENS QUE JOGAM
/ Playing Men
Matjaž Ivanišin

Prêmio Especial do Júri
SOL ALEGRIA
/ Sol Alegria
Tavinho Teixeira, Mariah Teixeira

Prêmio de Contribuição Artística
BOA SORTE
/ Good Luck
Ben Russell

Prêmio Olhar de Melhor Filme Curta-Metragem
A ESTRANHA HISTÓRIA DO PRÍNCE DETHMER
/ L’étrange histoire de Prince Dethmer
Corto Vaclav, Hadrien La Vapeur
*Menção Especial: ELES VÊM AÍ! (¡Allá Vienen!), Ezequiel Reyes

Prêmio do Público
FABIANA
/ Fabiana
Brunna Laboissière

Outros Prêmios

Prêmio de Melhor Filme da mostra Novos Olhares
POR DETRÁS DAS CORTINAS
/ Derrière les Volets
Messaline Raverdy

Prêmio de Melhor Filme da mostra Outros Olhares
NOSSA CASA
/ Watashitachi no ie
Yui Kiyohara

Prêmio Olhares Brasil |Longa (Melhor longa-metragem brasileiro)
O CHALÉ É UMA ILHA BATIDA DE VENTO E CHUVA
/ O Chalé é Uma Ilha Batida de Vento e Chuva
Letícia Simões

Prêmio Olhares Brasil | Curta (Melhor curta-metragem brasileiro)
MARÉ
/ Maré
Amaranta Cesar
*Menção Especial: Estamos todos aqui, Chico Santos e Rafael Mellim

Prêmios Parceiros

Prêmio da Crítica / Abraccine
ANSIOSA TRADUÇÃO
/ Nervous Translation
Shireen Seno

Prêmio AVEC-PR (Melhor curta-metragem da mostra Mirada Paranaense)
ACIMA DA LEI
/ Acima da Lei
Diego Florentino
*Menção Especial: Lui, Denise Kelm

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.