O Ministério da Cultura escolheu o filme “O Som ao Redor”, do diretor pernambucano Kleber Mendonça Filho, como representante do Brasil a uma vaga no Oscar 2014, na categoria de Melhor Filme Estrangeiro.

A obra conseguiu derrotar os filmes Cine Holliúdy, Colegas, Cores, Elena, Faroeste Caboclo, Gonzaga de Pai para Filho, Meu Pé de Laranja Lima, O dia que durou 21 anos, O que se move, O tempo e o vento, Porto dos mortos, Uma história de amor e fúria, Xico Stokinger

No final de 2012, O Som ao Redor foi eleito um dos 10 melhores filmes do ano pelo jornal The New York Times, ao lado dos ganhadores do Oscar deste ano Amour, Lincoln e Django.

Na trama, a vida numa rua de classe média na zona sul do Recife toma um rumo inesperado após a chegada de uma milícia que oferece a paz de espírito da segurança particular. A presença desses homens traz tranquilidade para alguns, e tensão para outros, numa comunidade que parece temer muita coisa. Enquanto isso, Bia, casada e mãe de duas crianças, precisa achar uma maneira de lidar com os latidos constantes do cão de seu vizinho. Uma crônica brasileira, uma reflexão sobre história, violência e barulho.

Resta agora torcer para que o Brasil consiga uma vaga ao Oscar 2014, tendo sua última indicação em 1999, pelo filme Central do Brasil, derrotado pelo italiano A Vida é Bela.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.