Dando o ponta-pé inicial e definitivo na temporada de prêmios de 2015, a 72o edição do Globo de Ouro, o prêmio da Associação da Imprensa Estrangeira de Hollywood, será realizada na noite de amanhã (11/01), a partir das 23h (horário de Brasília), com apresentação das queridas Tina Fey e Amy Phoeler que comandam seu terceiro e último ano à frente do prêmio. Com uma disputa que há muito não se mostrava tão inusitada e sem grandes favoritos, tanto nas categorias de cinema, quanto de TV, os Globos podem até não servir mais de termômetro ao Oscar, já que os perfis de votantes são bem diferentes e cada vez mais ambas premiações gostam de ressaltar suas particularidades, mas sem dúvida indicam algumas possíveis polarizações na corrida pelos prêmios. Aqui vão nossas apostas:

MELHOR FILME DRAMA

SELMA

Particularmente, não acredito que Boyhood seja o franco favorito na categoria como ressaltaram os chutadores de sempre nos últimos dias, apesar de liderar o número de indicações. Pra mim o filme de Linklater surge mais como um azarão e possível vencedor na divisão de votos entre Selma e O Jogo da Imitação. Mas continuo com Selma nessa disputa.

Aposta: Selma

Runner-up: Boyhood

MELHOR ATRIZ EM FILME DRAMA

jennifer aniston

Já se sabe de antemão que Julianne Moore vai sair com pelo menos um dos dois prêmios a qual ela está indicada. Eu ainda acredito na hipótese dela sair duplamente laureada, tal como Kate Winslet em 2009, a chance de fazer uma justiça poética pra uma das atrizes mais subestimadas por premiações deve encher os olhos dos membros da HFPA. Porém, existe uma Jennifer Aniston com uma campanha cada vez mais feroz no caminho de Moore. E, por razões que apresentarei na próxima categoria, não descarto que Aniston já esteja com as mãos nesse prêmio.

Aposta: Jennifer Aniston – Cake

Runner-up: Julianne Moore – Para Sempre Alice

MELHOR ATOR EM FILME DRAMA

FOXCATCHER

A essa altura do campeonato, e levando em conta que nenhum dos indicados nessa categoria se mostram como francos favoritos, é possível dizer que Michael Keaton esteja com o Oscar quase ganho. A melhor das apostas na categoria de Ator em Filme Drama são para Eddie Redmayne por seu papel como Stephen Hawkings, que vem fazendo uma grande campanha e é provável que vença por aqui. Porém, posso estar dando um tiro no escuro com Steve Carrell, mas a chance de ver um ator de comédias de TV se saindo tão bem fora do seu campo de conforto não me parece assim tão absurda pra um prêmio como o Globo de Ouro (o mesmo critério aplico na aposta em Aniston).

Aposta: Steve Carrell – Foxcatcher

Runner-up: Eddie Redmayne – A Teoria de Tudo

MELHOR FILME COMÉDIA OU MUSICAL

birdman

Birdman é o favorito com alguns pontos de vantagem, apesar da disputa não ser lá muito acirrada. Ainda que Caminhos da Floresta faça jus à tradição da categoria, o maior concorrente do filme de Iñárritu parece ser o inesperado O Grande Hotel Budapeste. Apesar de quase sempre lembrados em alguma categoria, os filmes do Wes Anderson nunca tiveram tantas chances de vitória como agora.

Aposta: Birdman

Runner-up: O Grande Hotel Budapeste

MELHOR ATRIZ EM FILME COMÉDIA OU MUSICAL

maps-to-the-stars-06-05-14

Já se sabe quando uma categoria não é lá muito relevante quando aparecem desempenhos no mínimo duvidosos entre os indicados (apesar dessa ser uma famigerada marca dos Globos), como Helen Mirren e Quvenzhané Wallis em filmes completamente inexpressivos (enquanto Kristen Wiig e Keira Knightley foram ignoradas por The Skeleton Twins e Begin Again, respectivamente. Vai entender… ). Amy Adams poderia ser uma grande aposta se não tivesse ganho essa mesma categoria há um ano por Trapaça. Restam Moore, por um filme não lá muito bem compreendido, e Emily Blunt como uma chance de lembrar de Caminhos da Floresta. Novamente, acho que Aniston desempata essa categoria.

Aposta: Julianne Moore – Mapa Para as Estrelas

Runner up: Emily Blunt – Caminhos da Floresta

MELHOR ATOR EM FILME COMÉDIA OU MUSICAL

michael keaton

É Michael Keaton ressurgindo da cinzas fazendo um papel de um ator que ressurge das cinzas. Prêmio.

Aposta: Michael Keaton – Birdman

MELHOR ANIMAÇÃO

lego

Não tenho objeções com nenhum dos cinco indicados, porém também não acho nenhum deles grandes filmes. O favorito pende pro mais bem sucedido, A Aventura Lego, ainda que eu não acredite que ele seja esse filme ~subversivo~ tão pintado por aí.

Aposta: A Aventura Lego

Runner-up: Operação Big Hero

MELHOR FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA

ida

Outra categoria balanceada entre três grandes favoritos: Ida, Leviathan e Força Maior. Ainda que o filme polonês tenha como vantagem as reminiscências de um cinema intimista ala Bergman e por ser uma opção mais segura que a irreverência do filme sueco ou da violência do russo.

Aposta: Ida

Runner-up: Força Maior

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE 

meryl

Patricia Arquette seria a minha aposta em qualquer outra premiação, mas há de ser levado em conta uma observação: o Globo de Ouro ama Meryl Streep. Ainda mais num desempenho tão inusitado. Coisas dos globos. O que não deve refletir as disputas entre Arquette e Knightley daqui pra frente.

Aposta: Meryl Streep – Caminhos da Floresta

Runner-up: Patricia Arquette – Boyhood

MELHOR ATOR COADJUVANTE

whiplash

Aqui temos outro favorito absoluto da temporada de prêmios: J.K. Simmons e seu desempenho ovacionado em Whiplash. A disputa também está a favor de Simmons, que não tem nenhum grande concorrente até o momento. Uma aposta distante seria Mark Rufallo, duplamente indicado esse ano, mas bem pouco provável em ambas categorias.

Aposta: J.K. Simmons – Whiplash

Runner-up: Mark Rufallo – Foxcatcher

MELHOR DIRETOR

richard

Dos grandes impasses da noite, aonde hipoteticamente podemos descartar Fincher por já ter sido premiado em 2011 e Wes Anderson por ser um diretor de nicho indie, há a chance de reparar um Iñárritu não premiado em 2007 pelo seu Babel, um Linklater que dedicou 12 anos num projeto e uma Ava DuVernay que é um sopro de frescor num meio completamente masculino. Particularmente, não tenho a mínima ideia, mas não acho que Boyhood vá sair de mãos vazias.

Aposta: Richard Linklater – Boyhood

Runner-up: Alejandro González Iñárritu

MELHOR ROTEIRO 

The_Grand_Budapest_Hotel_0

Aqui o impasse fica entre Boyhood e O Grande Hotel Budapeste, com Gillian Flynn correndo por fora com seu ótimo trabalho em Garota Exemplar. E quando não está premiando Woody Allen, a categoria tende a virar seus olhos pro “filme independente de diretor legal que ainda custamos a leva-lo a sério” (ainda que curiosamente os dois que polarizam a disputa estejam indicados a diretor). Nessa eu vou de Wes Anderson

Aposta: O Grande Hotel Budapeste

Runner-up: Boyhood

MELHOR TRILHA SONORA ORIGINAL

birdman-soundtrack

Em qualquer outra situação, minha aposta seria no Desplat ou na sempre inventiva parceria entre Trent Reznor e Atticus Ross, ou mesmo visualizando uma chance de se lembrarem de O Jogo da Imitação por aqui, mas a trilha de Birdman é parte fundamental da narrativa do filme. Deve ganhar força por aqui já que fora desclassificada para o Oscar.

Aposta: Birdman

Runner-up: Garota Exemplar

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL

glory

Como sempre a categoria mais absurda da premiação, onde quatro das cinco indicadas são com muito esforço no mínimo medianas, a composição de John Legend para Selma é a única que parece se esforçar pra realmente transpor algo sobre seu filme. E deve vencer sem esforços, ainda que seja a cara dos globos premiar uma das cantoras pop indicadas.

Aposta: “Glory” – Selma

Runner-up: “Yellow Flicker Beat” – Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1

MELHOR SÉRIE DRAMA

good wife

Sem nenhum grande chamariz na categoria (os globos que tanto amaram Boardwalk Empire acabaram ignorando a série na sua temporada final), é possível que qualquer uma das cinco indicadas possam vencer.  The Affair tem a seu favor o frescor que o prêmio adora. Downton Abbey e Game of Thrones, uma série de indicações e nenhum reconhecimento até o momento. House of Cards a vantagem de um ano onde as séries por serviços de stream terem sido mais valorizadas do que nunca. Porém, The Good Wife parece ter se reinventado lá pelo sua quinta e sexta temporada. Foi sem dúvida um dos shows mais ovacionados da TV no último ano

Aposta: The Good Wife

Runner-up: House of Cards

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DRAMA

viola

Em qualquer outro ano, Julianna Margulies ganharia essa categoria sem grande dificuldade, tanto pelo seu último prêmio ter sido já há 5 anos e por The Good Wife estar mais em alta do que nunca ou pelas concorrentes não terem muito a seu favor. Claire Danes e Robin Wright acumulam vitórias recentes, Ruth Wilson é uma estreante que não se sabe se vai emplacar (The Affair parece o Masters of Sex desse ano, múltiplas indicações, prêmio nenhum). O que pesa (e muito) contra Margulies é um desempenho arrebatador de Viola Davis em How To Get Away With Murder, que foi motivo de nota por onde passou. Ainda que seja uma surpresa que a série não tenha tido o mesmo desempenho que a atriz nas premiações.

Aposta: Viola Davis – How To Get Away With Murder

Runner-up: Julianna Margulies – The Good Wife

MELHOR ATOR EM SÉRIE DRAMA

kevin

Há uma única razão pra Kevin Spacey ainda não ter ganho esse prêmio por seu desempenho assombroso em House of Cards, ter caído numa disputa contra Bryan Cranston ao final de Breaking Bad. Porém, isso não vai se repetir esse ano.

Aposta: Kevin Spacey – House of Cards

Runner-up: Dominic West – The Affair

MELHOR SÉRIE COMÉDIA OU MUSICAL

OITNB

Sem qualquer uma das figuras de sempre, com exceção de Girls, que realmente fez uma ótima temporada em seu terceiro ano, os Globos praticamente se reinventaram na categoria de série de comédia com lembranças tão justas quanto inusitadas. Alavancando nomes como Transparent e Jane the Virgin, e afirmando o quanto a crítica americana amou Silicon Valley, o prêmio tem a chance perfeita de se redimir da esnobada incompreensível que deu em Orange Is The New Black no último ano (Taylor Schilling em Melhor Atriz Drama foi a cereja do bolo).

Aposta: Orange Is The New Black

Runner-up: Silicon Valley

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE COMÉDIA OU MUSICAL

julia

Até o momento, o Globo de Ouro foi a única das grandes premiações que continua ignorando Julia Louis-Dreyfus pelo seu desempenho tão aclamado em Veep. É quase certo que isso mude a partir desse ano. Edie Falco, que também é constantemente indicada, se encontra na mesma situação, mas não tem o mesmo apelo que Dreyfus. Taylor Schilling se perde na confusão de estar indicada pela segunda vez pelo mesmo papel, mas em categorias diferentes (pode ter sorte se Orange Is The New Black arrematar tudo). Porém a maior disputa de Julia parece ser mesmo a estreante Gina Rodriguez de Jane the Virgin. O prêmio já mostrou que ama alguém que está começando.

Aposta: Julia Louis-Dreyfus – Veep

Runner-up: Gina Rodriguez – Jane the Virgin

MELHOR ATOR EM SÉRIE COMÉDIA OU MUSICAL

transparent_101_00627-1-

Outra categoria da premiação aonde o inusitado costuma acontecer. Jeffrey Tambor é de longe o nome mais badalado por crítica e público, tem sido o azarão desde que foi indicado junto da sua série. Don Cheadle ganhou recentemente pela primeira temporada de House of Lies, enquanto William H. Macy estreia na categoria com o quarto ano de Shameless e Louis C.K. angaria sua segunda indicação por Louie. E convenhamos, Ricky Gervais nem merecia sequer estar indicado.

Aposta: Jeffrey Tambor – Transparent

Runner-up: Louis C.K. – Louie

MELHOR FILME OU MINI-SÉRIE DE TV

True-detective-1x02-7

A HBO definitivamente domina a categoria com três chances reais de vitória. The Normal Heart tem um apelo emotivo que a premiação já mostrou adorar previamente, True Detective foi um dos maiores fenômenos da TV no ano de 2014 e Olive Ketteridge tem a seu favor estar fresco na memória dos votantes. Sem esquecer que Fargo foi amplamente aclamada e corre por fora. Disputa das grandes.

Aposta: True Detective

Runner-up: The Normal Heart

MELHOR ATRIZ EM FILME OU MINI-SÉRIE DE TV

frances

Essa categoria aonde Olive Ketteridge deve e será lembrada. Frances McDormand está a passos de vantagem das suas concorrentes.

Aposta: Frances McDormand – Olive Ketteridge

MELHOR ATOR EM FILME OU MINI-SÉRIE DE TV 

matthew

Outra categoria de grandes desempenhos. Os astros de True Detective disputando diretamente com os de Fargo. Seria curioso se Mark Rufallo surpreendesse e mantivesse o empate nesse embate. Porém, Matthew McConaughey está no topo com o desempenho mais elogiado da TV no ano de 2014.

Aposta: Matthew McConaughey – True Detective

Runner-up: Mark Rufallo – The Normal Heart

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM SÉRIE, MINI-SÉRIE OU FILME PRA TV

uzo

Com uma disputa baixíssima, Uzo Aduba deve confirmar aqui que é sem dúvida uma das grandes personagens saídas de uma série em 2014. Sua Crazy Eyes é de longe um dos grande motivos pra acompanhar Orange Is The New Black. Ainda que Alison Janney tenha chance de vitória também

Aposta: Uzo Aduba – Orange Is The New Black

Runner-up: Alison Janney – Mom

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM SÉRIE, MINI-SÉRIE OU FILME PARA TV

matt

Bill Murray ou mesmo Alan Cumming podem somar alguns prêmios a Olive Kitteridge e The Good Wife, mas quão irresistível é um trabalho de transformação física como o de Matt Bommer em The Normal Heart?

Aposta: Matt Bommer – The Normal Heart

Runner-up: Bill Murray – Olive Kitteridge

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.