Direção: Anthony Russo, Joe Russo
Roteiro: Christopher Markus e Stephen McFeely
Elenco:  Chris Evans, Samuel L. Jackson, Scarlett Johansson
Produção: Kevin Feige
Estreia Mundial: 4 de Abril de 2014
Estreia no Brasil: 10 de Abril de 2014
Gênero: Ação/Aventura
Duração: 136 Minutos

Ágil, tenso e sombrio, Capitão América 2 – O Soldado Invernal desponta como um dos melhores filmes da Marvel

Uma das minhas maiores reclamações em relação à Marvel e seus últimos filmes estava no fato de que ela estava em um modo de produção quase que automático: as estruturas de roteiro estavam cada vez mais semelhantes, os acontecimentos, a resoluções. Enfim, tudo estava ficando muito previsível a despeito de os filmes continuarem na média. Para minha surpresa, Capitão América 2 – O Soldado Invernal (mesmo com esse título terrível) consegue alterar esse estilo que já estava me enjoando, apresentando-nos um filme mais sério e sombrio – para o meu deleite, é claro!

Após a batalha de Nova York, Steve Rogers (Chris Evans) tenta se adaptar ao mundo moderno, visto que ele pertence a outra era. Junto com isso, ele segue trabalhando para a S.H.I.E.L.D e recebe a missão junto com a agente Romanoff (Scarlett) para desvendar um mistério que envolve desde o Caveira Vermelha até o poderoso Soldado Invernal. Além disso ele deve lidar com a iminente invasão e manipulação da S.H.I.E.L.D pelos seus inimigos.

Desde seu início ágil, passando pela apresentação do vilão até a conclusão, lidamos com um roteiro e com uma edição mais coerente que a dos filmes anteriores que em alguns momentos se perdiam com temas que não precisavam ser tratados. Dessa vez, tudo é tratado com mais seriedade, portanto, acabamos por nos importar mais e, claro, ficarmos mais preocupados com o futuro dos personagens – ao contrario do que ocorreu, por exemplo, em Homem de Ferro 3 no qual após uma cena de extrema tensão, vinha um movimento engraçado ou piada, quebrando totalmente com todo o clima construído.

Além disso, um dos grandes trunfos do filme está no fato de não seguir à risca o estilo enlatado da Marvel dos últimos filmes com uma trama extremamente previsível e com algumas piadas, muitas vezes desnecessárias. Essa continuação lembra muito 007 e outros filmes de espionagem, convenhamos que esse estilo de narrativa é muito mais condizente com o universo do Capitão e com o maior espaço que a S.H.I.E.L.D ganha desta vez. Dessa forma, durante a projeção, ficamos tensos e intrigados pelos próximos passos seja do vilão, seja pelo fato de sabermos que há algo de errado na empresa comandada por Nick Fury (Samuel).

Tecnicamente, mais uma vez, o filme está muito satisfatório. A menção honrosa fica com as cenas de luta as quais estão muito bem coreografadas, enchendo os olhos do espectador que gosta de uma boa e bela porradaria. A fotografia, também, está mais sombria (assim como todo o resto da produção), mostrando que a Marvel, aos poucos está apreendendo que um pouco de tensão nunca é exageiro.

Ágil, tenso e sombrio, Capitão América 2 – O Soldado Invernal desponta como um dos melhores filmes da Marvel, ficando atrás (ou até do mesmo nível) de Vingadores – o qual ainda não pude rever-. Essa continuação conseguiu me fazer colocar fé novamente nessa segunda fase, mesmo após o fracasso do terceiro homem de ferro. O que nos resta esperar, agora, é pelo desfecho com Vingadores 2.

Obs: não que isso seja alguma novidade, mas sempre vale lembrar: existem duas cenas extras. Uma durante os créditos e outra, após. Vale a pena ficar um pouco mais na sala 🙂

About the author

Editor-Chefe do Cine Eterno. Estudante apaixonado pelo universo da sétima arte. Encontra no cinema uma forma de troca de experiências, tanto pelas obras que são apresentadas, quanto pelas discussões que cada uma traz. Como diria Martin Scorsese "Cinema é a importância do que está dentro do quadro e o que está fora".

Related Posts

2 Comments

  1. Pingback: O Teaser Trailer de Vingadores: Guerra Infinita - Cine Eterno

  2. Pingback: O Trailer Completo de Vingadores: Guerra Infinita - Cine Eterno

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.