O filme de origem do Coringa (Joker), que terá direção de Todd Phillips e é produzido por Martin Scorsese (Silêncio, Vinyl, O Lobo de Wall Street), focará no personagem como um comediante falido nos anos 80.

De acordo com fontes do The Wrap, o arqui-inimigo do Batman seria retratado em seu filme de origem solo como um comediante que, após fracassar com o público, se tornaria o palhaço príncipe do crime em Gotham.

De certa maneira tem a premissa similar a um dos filmes de Scorsese, o que pode se revelar mais que uma coincidência em seu envolvimento com a produção.

Ainda segundo as fontes do site, o filme fará acenos ao filme de Scorsese lançado em 1982, O Rei da Comédia (The King of Comedy), estrelado por Robert De Niro e Jerry Lewis.

A ideia não é nenhuma novidade para o vilão, porém. Só não é, literalmente, uma adaptação da HQ de Alan Moore provavelmente por receio.

A história se assemelha bastante a premissa de Batman: A Piada Mortal (Batman: The Killing Joke), uma das mais aclamadas histórias sobre o Coringa e, consequentemente, o Batman.

Ano passado, inclusive, houve uma adaptação para os cinemas, mas no formato de animação. Lançado em circuito limitado nos cinemas, o filme homônimo a HQ teve uma recepção bastante morna tanto do público como da crítica.

Joaquin Phoenix (Maria Madalena, O Homem Irracional, Vício Inerente, Ela) estaria próximo de um acerto para interpretar o protagonista.

Todd Phillips, diretor da trilogia Se Beber, Não Case! e dos filmes Um Parto de Viagem e Cães de Guerra, atualmente está reescrevendo o roteiro com Scott Silver (Horas Decisivas, O Vencedor, 8 Mile: Rua das Ilusões).

O projeto faz parte de um possível novo banner da DC nos cinemas, ainda a ser anunciado. Ele permitiria que a Warner produzisse filmes a parte do Universo Estendido, que conta com Batman vs Superman, Esquadrão Suicida, Mulher-Maravilha e Liga da Justiça.

O início das filmagens supostamente terá início em Maio de 2018. Porém, conforme Phillips e Silver continuam a trabalhar no roteiro, é possível que o início da produção seja adiado para o segundo semestre do ano.

Comentários

comentários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *