Devo admitir a grande simpática pelos Muppets, figuras muito carismáticas e divertidas. Nos EUA, o grupo criado por Jim Herson se imortalizou devido a famosa série de televisão, fazendo parte da cultura local, participando de diversos eventos norte-americanos, com o desfile de dia de Ação de Graças. Entretanto, mesmo com todo o apelo com o público, os bonecos ficaram estagnados no tempo, até a Disney comprar seus direitos e resolver investir numa franquia. Em 2011 então chega aos cinemas “Os Muppets”, sendo um sucesso enorme, sobretudo com os nostálgicos adultos que cresceram com o material original e resolveram apresentar aos seus respectivos filhos, mostrando ainda muito apelo comercial, sendo inevitável uma continuação. Nesta quinta-feira (26) então, “Muppets 2- Procurados e Amados” estréia no Brasil.

O longa inicia-se justamente no fim do primeiro, no qual Kermit, o Sapo e seus amigos membros dos Muppets reunidos novamente, porém não sabendo como prosseguir. Instantaneamente eles percebem um fato: o estúdio pediu uma sequência. A partir dai inicia-se um show de sátiras e caricaturas com a indústria.

 

Na trama, a trupe dos Muppets influenciada pelo seu novo agente (Ricky Gervais) decide fazer uma turnê mundial. Entretanto, tudo não passa de um plano de Constantine, o sapo mais procurado do mundo, que acaba assumindo o lugar de Kermit, o enviando então para um Gulag siberiano administrado pela surreal Nadya (Tina Fey). Desenrola-se inúmeras trapalhadas e loucuras nos principais destinos europeus, coisa que só com os bonecos poderia acontecer.

O longa é uma grande brincadeira, não há como levar a serio e tão pouco isso não é um dos objetivos, na verdade quanto mais você embarcar no filme mais irá apreciar. A interação entre os Muppets e o elenco humano ocorre de forma natural e divertida, provocando o riso de forma autêntica e simpática. Dificilmente não haverá um envolvimento por parte do público, seja infantil ou adulto -os nostálgicos novamente.

O roteiro cumpre seu papel em construir situações divertidas e ainda encaixar participações especiais. Ainda há espaço para criticar, mesmo de forma sutil, a indústria cinematográfica e seus anseios por lucro, patrocinando intermináveis sequências em franquias já saturadas, mesmo que seja de forma leve, são ponderações pertinentes. O longa também homenageia vários filmes que marcaram o cinema americano, sempre de forma satírica.

O elenco encontra-se extremamente à vontade, sendo perceptível o divertimento de Ricky Gervays, Tina Fey e Ty Burrel. As participações especiais também são divertidas, como a da espanhola Salma Hayek. Em relação a dinâmica dos personagens, todos os integrantes são carismáticos e engraçados o suficiente para proporcionar momentos marcantes, junto ainda a ótimas e originais canções que se sobressaem.

“Muppets 2- Amados e Procurados“, portanto, é uma gigante e irreverente brincadeira que pode até tentar se levar a sério, mas na verdade o efeito deve ser o oposto. É o resgate de uma franquia divertida e inocente, mostrando ter muito ainda a contribuir do que a aparenta. Como a Disney já pensa em retomar a série de televisão, além de novos filmes, é possível que o retorno dos alegres Muppets seja definitivo, o que particularmente me deixa muito satisfeito.

 

~TRAILER LEGENDADO~

http://www.youtube.com/watch?v=u_v7FBeJt4I

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.