De 7 a 15 de outubro todo o Brasil terá a oportunidade de conhecer o Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba.

Com a atual situação do país e do mundo, com o isolamento e salas de cinema ainda fechadas, a 9ª edição do evento acontecerá online possibilitando um novo alcance de público.

Entre as mostras do festival está a Olhares Brasil, que apresenta um panorama de curtas e longas-metragens brasileiros com obras inéditas ou que já estiveram em festivais de cinema do Brasil e do mundo.

Confira a lista completa de selecionados para a mostra:

OLHARES BRASIL

  • LONGAS-METRAGENS:

Um Animal Amarelo” (Brasil/Portugal/Moçambique, 2020, 115 min.), de Felipe Bragança

“Cabeça de Nêgo” (Brasil, 2020, 86 min.), de Déo Cardoso

“Canto dos Ossos” (Brasil, 2020, 89 min.), de Jorge Polo e Petrus de Bairros

“Cavalo” (Brasil, 2020, 85 min.), de Rafhael Barbosa e Werner Salles Bagetti

“Fakir” (Brasil, 2019, 92 min.), de Helena Ignez

“Sertânia” (Brasil, 2019, 97 min.), de Geraldo Sarno

“Yãmĩyhex: as mulheres-espírito” (Brasil, 2020, 76 min.), de Sueli Maxakali e Isael Maxakali

  • CURTAS-METRAGENS:

“Enraizadas” (Brasil, 2019, 14 min.), de Juliana Nascimento e Gabriele Roza

“Inabitável” (Brasil, 2020, 20 min.), de Matheus Farias e Enock Carvalho

“Mãtãnãg, a Encantada” (Brasil, 2019, 14 min.), da Shawari Maxacali e Charles Bicalho

“Minha História É Outra” (Brasil, 2019, 22 min.), de Mariana Campos

“A Morte Branca do Feiticeiro Negro” (Brasil, 2020, 10 min.), de Rodrigo Ribeiro

“Os Últimos Românticos do Mundo” (Brasil, 2020, 23 min.), de Henrique Arruda

“O verbo se fez carne” (Brasil, 2019, 6 min.), de Ziel Karapotó

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.