A cerimônia de premiação que anunciou os vencedores da 11ª edição do Olhar de Cinema aconteceu hoje à noite (08), no Cine Passeio.

Com imagens do passado e presente que se unem para ilustrar cartas imaginárias pessoais e íntimas a um amor impossível, “Uma Noite sem Saber de Nada” nos apresenta L., uma estudante de cinema indiana. O filme-ensaio, longa de estreia da realizadora Payal Kapadia, foi o vencedor do Prêmio Olhar de Melhor Filme do Festival Internacional de Curitiba, que, depois de dois anos em formato online, voltou novamente às salas de cinema.

Ainda na Mostra Competitiva, o filme-performance de João Vieira Torres, “Mal di Mare”, rodado na Bienal de Veneza de 2019, recebeu o Prêmio Olhar de Melhor Curta-Metragem. A veterana portuguesa Rita Azevedo Gomes recebeu o Prêmio Contribuição Artística pela direção do longa “Trio em Mi Bemol”, e “Freda”, da haitiana Gessica Généus, o Prêmio Especial do Júri. A coprodução do Haiti, França e Benim também foi a escolhida pelo Júri da Crítica, concedido pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine), e levou o Prêmio do Público.

Os filmes brasileiros “7 Cortes de Cabelo no Congo”, de Luciana Bezerra, Gustavo Melo e Pedro Rossi, e “Garotos Ingleses”, de Marcus Curvelo, também foram premiados na noite, assim como os títulos “O Hábito de Habitar”, de Nicolás Pérez, e “Upa! Neguinho”, de Douglas Carvalho dos Santos, ambos da Mostra Mirada Paranaense, reconhecidos com o Prêmio AVEC-PR.

Já na Mostra Novos Olhares, os destaques foram para a produção chinesa “Jet Lag”, de Xinyuan Zheng Lu, e o sul-africano “Grace Tomada Única”, de Lindiwe Matshikiza, que receberam os prêmios de Melhor Longa-Metragem e Menção Honrosa, respectivamente. “Poeta”, filme cazaque de Darezhan Omirbayev, recebeu o prêmio de Melhor Longa-Metragem da Mostra Outros Olhares.

Para conhecer todos os jurados, acesse o link.

Confira a lista completa de vencedores da 11ª Edição:

  • Prêmio do Público:

Freda”, de Gessica Généus

  • Júri Abraccine:

Freda”, de Gessica Généus

MOSTRA COMPETITIVA:

  • Prêmio Olhar de Melhor Curta-Metragem:

“Mal di Mare”, de João Vieira Torres

  • Prêmio de Contribuição Artística:

“Trio em Mi Bemol”, de Rita Azevedo Gomes

  • Prêmio Especial do Júri:

Freda”, de Gessica Généus

  • Prêmio Olhar de Melhor Filme:

Uma Noite Sem Saber Nada”, de Payal Kapadia

MOSTRA NOVOS OLHARES:

  • Melhor Longa-metragem:

“Jet Lag”, de Xinyuan Zheng Lu

  • Menção Honrosa:

“Grace Tomada Única”, de Lindiwe Matshikiza

MOSTRA OUTROS OLHARES:

  • Melhor Longa-metragem

“Poeta”, de Darezhan Omirbayev

FILMES BRASILEIROS:

  • Prêmio de Melhor Longa Brasileiro das Mostras Competitiva, Outros Olhares e Novos Olhares:

“7 Cortes de Cabelo no Congo”, Luciana Bezerra, Gustavo Melo, Pedro Rossi

  • Prêmio de Melhor Curta Brasileiro das Mostras Competitiva e Outros Olhares:

“Garotos Ingleses”, de Marcus Curvelo

JÚRI AVEC-PR:

  • Prêmio AVEC-PR Hugo Mengarelli – Melhor Filme:

“O hábito de habitar”, de Nicolás Pérez

  • Menção honrosa do Júri AVEC-PR

“Upa! Neguinho”, de Douglas Carvalho dos Santos

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.