O Festival de Berlim 2018 chega ao fim amanhã, e a 68ª edição do Berlinale, que este ano teve início em 15 de Fevereiro, anunciou seus vencedores na tarde deste Sábado.

Você pode ler algumas impressões sobre o primeiro dia aqui e acompanhar o restante de nossa cobertura na página do Facebook.

Abaixo a lista completa de premiados, incluindo 9 produções nacionais.

Os Vencedores do Festival de Berlim 2018:

Prêmios do Júris Oficiais:

Prêmios do Júri Internacional:

  • Urso de Ouro para Melhor Filme:

“Touch Me Not”, por Adina Pintilie

  • Urso de Prata – Grande Prêmio do Júri:

“Twarz” (“Mug”), por Małgorzata Szumowska

  • Urso de Prata – Prêmio Alfred Bauer (para um filme que abre novas perspectivas):

“Las herederas” (“The Heiresses”), por Marcelo Martinessi

  • Urso de Prata para Melhor Direção:

Wes Anderson, por “Ilha dos Cachorros”

  • Urso de Prata para Melhor Atriz:

Ana Brun em “Las herederas” (“The Heiresses”), por Marcelo Martinessi

  • Urso de Prata para Melhor Ator:

Anthony Bajon em “La prière” (“The Prayer”), por Cédric Kahn

  • Urso de Prata para Melhor Roteiro:

Manuel Alcalá e Alonso Ruizpalacios, por “Museo” (“Museum”)

  • Urso de Prata para Contribuição Artística Excepcional:

Elena Okopnaya por figurino e design de produção, em “Dovlatov”

Prêmio GWFF de Melhor Primeiro Filme:

  • Prêmio GWFF para Melhor Primeiro Filme:

“Touch Me Not”, Adina Pintilie

  • Menção Especial:

“An Elephant Sitting Still”, por Hu Bo

Glashütte Original – Prêmio de Documentário:

  • Glashütte Original – Prêmio de Documentário:

“Waldheims Walzer” (“The Waldheim Waltz”), por Ruth Beckermann

  • Menção Honrosa:

“Ex Pajé”, por Luiz Bolognesi

Prêmios do Júri Internacional de Curtas:

  • Urso de Ouro para Melhor Curta-Metragem:

“The Men Behind the Wall”, por Ines Moldavsky

  • Urso de Prata – Prêmio do Júri:

“Imfura”, por Samuel Ishimwe

  • Prêmio Audi para Curta-Metragem:

“Solar Walk”, por Réka Bucsi

  • Curta-Metragem de Berlim Indicado para o European Film Awards:

“Burkina Brandenburg Komplex”, por Ulu Braun

Prêmios do Júri Geração:

Júri Geração Infantil Kplus:
  • Urso de Cristal para Melhor Filme:

“Les rois mongols” (“Cross My Heart” – “Hand auf’s Herz”), por Luc Picard

  • Menção Especial:

“Supa Modo”, por Likarion Wainaina

  • Urso de Cristal para Melhor Curta-Metragem:

“A Field Guide to Being a 12-Year-Old Girl” (“Handbuch einer 12-Jährigen”), por Tilda Cobham-Hervey

  • Menção Especial:

“Snijeg za Vodu” (“Snow for Water” – “Schnee für Wasser”), por Christopher Villiers

Júri Geração Kplus Internacional:
  • Grande Prêmio do Júri da Geração Kplus Internacional:

“Sekala Niskala” (“The Seen and Unseen” – “Sichtbar und unsichtbar”), por Kamila Andini

  • Menção Especial:

“Allons enfants” (“Cléo & Paul”), por Stéphane Demoustier

  • Prêmio Especial do Júri Geração Kplus Internacional para Curta-Metragem:

“Jaalgedi” (“A Curious Girl” – “Ein neugieriges Mädchen”), por Rajesh Prasad Khatri

  • Menção Especial:

“Cena d’aragoste” (“Lobster Dinner” – “Hummer zum Abendbrot”), por Gregorio Franchetti

Júri Geração Jovem 14plus
  • Urso de Cristal para Melhor Filme:

“Fortuna”, por Germinal Roaux

  • Menção Especial:

“Retablo”, por Álvaro Delgado-Aparicio L.

  • Urso de Cristal para Melhor Curta-Metragem:

“Kiem Holijanda”, por Sarah Veltmeyer

  • Menção Especial:

“Je fais où tu me dis” (“Dressed for Pleasure”), por Marie de Maricourt

Júri Geração 14plus Internacional
  • Grande Prêmio do Júri da Geração 14plus Internacional:

“Fortuna”, por Germinal Roaux

  • Menção Especial:

“Dressage”, por Pooya Badkoobeh

  • Grande Prêmio do Júri da Geração 14plus Internacional para Curta-Metragem:

“Juck”, por Olivia Kastebring, Julia Gumpert e Ulrika Bandeira

  • Menção Especial:

“Na zdrowie!” (“Bless You!”), por Paulina Ziolkowska

Prêmios dos Júris Independentes:

Prêmios do Júri Ecumênico:

Competição:

“In den Gängen” (“In the Aisles”), por Thomas Stuber

Menção Especial:

“Utøya 22. juli” (“U — July 22”), por Erik Poppe

Panorama:

“Styx”, por Wolfgang Fischer

Fórum:

“Teatro de Guerra” (“Theatre of War”), por Lola Arias

Prêmio do Júri FIPRESCI

Competição:

“Las herederas” (“The Heiresses”), por Marcelo Martinessi

Panorama:

“River’s Edge”, por Isao Yukisada

Fórum:

“An Elephant Sitting Still”, por Hu Bo

Prêmio da Guilda de Filme:

“In den Gängen” (“In the Aisles”), por Thomas Stuber

Prêmio Cicae Art Cinema:

Panorama:

“Tinta Bruta”, por Marcio Reolon e Filipe Matzembacher

Fórum:

“Teatro de Guerra” (“Theatre of War”), por Lola Arias

Label Europa Cinemas:

“Styx”, por Wolfgang Fischer

Prêmio Teddy:

Melhor Filme:

“Tinta Bruta”, por Marcio Reolon e Filipe Matzembacher
Indicados: “Las herederas” (“The Heiresses”), por Marcelo Martinessi e “Touch Me Not”, por Adina Pintilie

Melhor Documentário/Ensaio:

“Bixa Travesty”, por Claudia Priscilla e Kiko Goifman
Indicados: “Yours in Sisterhood”, por Irene Lusztig e “Shakedown”, por Leilah Weinraub

Melhor Curta-Metragem:

“Three Centimetres”, por Lara Zeidan
Indicados: “T.R.A.P”, por Manque La Banca e “Je fais où tu me dis” (“Dressed for Pleasure”), por Marie de Maricourt

Prêmio Especial do Júri:

“Obscuro Barroco”, por Evangelia Kranioti

Prêmio Teddy L’Oréal Paris para Novato:

“Retablo”, por Álvaro Delgado-Aparicio L.

Prêmio Caligari para Filme:

“La casa lobo” (“The Wolf House”), por Cristóbal León e Joaquín Cociña

Prêmio da Paz para Filme:

“The Silence of Others”, por Almudena Carracedo e Robert Bahar

Prêmio de Anistia Internacional para Filme:

“Zentralflughafen THF” (“Central Airport THF”), por Karim Aïnouz

Menção Especial: “Eldorado”, por Markus Imhoof

Prêmio Heiner Carow:

“Styx”, por Wolfgang Fischer

Prêmios do Júri Readers’ e da Audiência:

Prêmio Panorama da Audiência:

  • Filme de Ficção:

“Profile”, por Timur Bekmambetov

  • Documentário:

“The Silence of Others”, por Almudena Carracedo e Robert Bahar

Prêmio do Júri Berliner Morgenpost Readers’:

“Dovlatov”, por Alexey German Jr.

Prêmio do Júri Tagesspiegel Readers’:

“L’empire de la perfection” (“In the Realm of Perfection”), por Julien Faraut

Prêmio Teddy Readers’:

“Las herederas” (“The Heiresses”), por Marcelo Martinessi

Prêmios de Desenvolvimento:

  • Prêmio Compass-Perspektive:

“Überall wo wir sind” (“Everywhere We Are”), por Veronika Kaserer

  • Associação Kompagnon:

“Blutsauger”, por Julian Radlmaier (Perspektive Deutsches Kino 2017)
“When a farm goes aflame, the flakes fly home to bear the tale”, por Jide Tom Akinleminu

  • Prêmio ARTE Internacional:

“The War Has Ended”, por Hagar Ben Asher

  • Prêmio de Desenvolvimento de Co-Produção Eurimages:

“The War Has Ended”, por Hagar Ben Asher

  • Prêmio VFF de Destaque de Talento:

Produtor Jing Wang (China), por “Tropical Memories”

2 Comments

  1. Pingback: Premiado no Festival de Berlim, A Amante Estreia no Brasil - Cine Eterno

  2. Pingback: Destaques para se ver no 7º Olhar de Cinema - Cine Eterno

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.