No próximo domingo, dia 21, o sindicato dos atores de Hollywood realiza o SAG Awards e entrega seus prêmios nas categorias de cinema e televisão. No cinema, é um termômetro de bastante ressonância no Oscar, se tratando dos mesmos votantes nas duas premiações.

A cerimônia do SAG Awards, que em 2018 chega a sua 24ª edição, será exibida, aqui no Brasil,  pelo canal por assinatura TNT à partir das 22h. Confira a aqui a lista completa de indicados e abaixo nossas apostas e comentários:

Apostas SAG Awards 2018:

CINEMA:

MELHOR ELENCO: Dos indicados aqui, apenas três estão fortes na disputa ao Oscar de melhor filme. “Mudbound ” e “Doentes de Amor” parecem completamente destonantes nessa lista. Como o caráter de uma premiação de sindicato é completamente diferente de uma de críticos, como o Globo de Ouro e o Critics’, eu acredito que o SAG Awards possa “chocar” e premiar “Corra!”. Entretanto, hoje vou pelo queridinho do momento.

Deve ganhar: “Três Anúncios Para Um Crime”

Pode Ganhar: “Corra!”

Faltou:  “The Post – A Guerra Secreta”

Meu voto: “Lady Bird – A Hora de Voar”

MELHOR ATRIZ: Talvez a disputa mais difícil de se apostar. Nenhuma atriz na história já venceu o segundo prêmio. Frances Mcdormand 20 anos atrás, rompe esse ineditismo? Se não, a bola vai tender para Saiorse Ronan, num filme indicado em melhor elenco, ou para Sally Hawkins, bastante querida pelos votantes? E ainda tem Margot Robbie como eventual azarona que pode surpreender.

Deve ganhar: Saiorse Ronan, “Lady Bird – A Hora de Voar”

Pode ganhar: Frances McDormand, “Três Anúncios Para Um Crime”

Faltou: Kate Winslet, “Roda Gigante”

Meu voto: Sally Hawkins, “A Forma da Água”

MELHOR ATOR: Desde o início, a única unanimidade até agora foi essa categoria. É Gary Oldman.

Deve ganhar: Gary Oldman, “O Destino de Uma Nação”

Pode ganhar: ninguém

Faltou: Tom Hanks, “The Post – A Guerra Secreta” (Em sua melhor performance desde muito tempo)

Meu voto: Thimotée Chalamet, “Me Chame Pelo Seu Nome”

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE: A crítica em peso elegeu Laurie Metcalf como a vencedora da categoria. Chegamos nas premiações televisivas e… Allison Janney desbancou. Vai continuar? Apesar de,  a primeiro momento, eles terem amado mais “Lady Bird”, “Eu, Tonya”, ganhou bastante força nas últimas semanas e é bastante possível que venha a ser indicado ao Oscar, sendo o prêmio de Janney a única eventual estatueta que o filme levaria para casa. Por isso, não me surpreenderia se eles a louvassem novamente aqui.

Deve ganhar: Alisson Janney, “Eu Tonya”

Pode ganhar: Laurie Metcalf, “Lady Bird – A Hora de Voar”

Faltou: Octavia Spencer, “A Forma da Água”

Meu voto: Alisson Janney, “Eu Tonya”

MELHOR ATOR COADJUVANTE: Caso parecido com a categoria de atriz coadjuvante: começou com um franco favorito da crítica, chegou nas televisivas, mudou o favoritismo para o runner-up. O veterano Willem Dafoe perdeu fôlego pra Sam Rockwell, há quem aposte que o SAG vá votar nele por seu histórico, entretanto o filme de Dafoe perdeu totalmente força na corrida ao contrário do de Rockwell, que deve ter, ao menos, um prêmio principal garantido no Oscar.

Deva ganhar: Sam Rockwell, “Três Anúncios Para Um Crime”

Pode ganhar: Willem Dafoe, “O Projeto Florida”

Faltou: Qualquer um dos dois excelentes atores coadjuvantes de “Me Chame Pelo Seu nome”

Meu voto: Richard Jenkins, “A Forma da Água”

MELHOR EQUIPE DE DUBLÊ: Não tenho muito conhecimento da área, apesar de achar muito importante o reconhecimento desses profissionais. Acredito que vão premiar “Mulher-Maravilha” pela consagração óbvia.

Deve ganhar: “Mulher-Maravilha”

Pode ganhar: “Dunkirk”

Meu voto: “Em Ritmo de Fuga”

TELEVISÃO:

MELHOR ELENCO SÉRIE DE DRAMA: Muita gente se pergunta se o elenco de “The Handmaid’s Tale” é expressivo assim pra vencer essa categoria. Se fosse um ano normal, eu responderia não. Porém em um ano com tantos escândalos sexuais e com o movimento Time’s Up em alta, coroar um elenco majoritariamente feminino soa uma resposta quase que obrigatória do sindicato.

Deve ganhar: “The Handmaid’s Tale”

Pode ganhar: “This is Us”

Meu voto: “The Crown”

MELHOR ATOR EM SÉRIE DE DRAMA: Outra categoria fechada.

Deve e pode ganhar: Sterling K. Brown, “This is Us”

Meu voto: Só vi Peter Dinklage dos indicados, me recuso a votar pela baixa qualidade dessa temporada de “Game of Thrones”. Acredito que Sterling, se não for merecedor, pelo menos é uma estrela em ascensão.

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DE DRAMA: Nem precisa dizer.

Deve, pode e é meu voto: Elisabeth Moss, “The Handmaid’s Tale”

MELHOR ELENCO DE SÉRIE DE COMÉDIA: Além do Emmy, só o SAG dá moral pra “VEEP”, não por acaso acredito que deva levar.

Deve ganhar: “VEEP”

pode ganhar: “GLOW”

meu voto: “VEEP”

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DE COMÉDIA: Madam President!

Deve ganhar: Julia Louis Dreyfus, “Veep”

Pode ganhar: Alison Brie, “Glow”

Meu voto: Julia Louis Dreyfus, “Veep”

MELHOR ATOR EM SÉRIE DE COMÉDIA: Depois das acusações de abuso sexuais contra Aziz Ansari, acredito que suas chances foram anuladas (apesar de não saber se as cédulas de votação já tinham sido entregues). De qualquer jeito, acho que vão de Anthony Anderson, sempre indicado, nunca vitorioso e esse ano com sua série indicada a elenco.

Deve ganhar: Anthony Anderson, “black-ish”

Pode ganhar: Aziz Ansari, “Master of None”

Meu voto: Ansari, “Master of None”

Faltou: Will Arnet, “BoJack Horseman”. Os prêmios deveriam, seriamente, começar a considerar performances vocais.

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE LIMITADA OU TELEFILME: Nicole Kidman, até um tempo atrás era fonte de riso pelo excesso de plástica facial que a deixou totalmente inexpressiva, tomou controle das feições, dos bons papéis e da carreira, e agora voltou a ter relevância.

Deve, pode e vai ganhar: Nicole Kidman, “Big Little Lies”

Meu voto: Susan Sarandon, “Feud: Bette e Joan”: Bora democratizar um pouco esses prêmios aí!

Faltou: Carrie Coon, “Fargo”

MELHOR ATOR EM SÉRIE LIMITADA OU TELEFILME: A boa notícia é que será a última premiação que vamos ver “Big Little Lies” ganhando… até a próxima temporada.

Deve ganhar: Alexander Skarsgård, “Big little lies”

Pode ganhar: Robert DeNiro, “O Mago das Mentiras”

Faltou: Jude Law, “The Young Pope”

MELHOR ELENCO DE DUBLÊ EM SÉRIE DE TELEVISÃO: Deve ser GoT, pela quantidade de dublês que eles devem usar, presumo.

Deve ganhar: “Game of Thrones”

Pode ganhar: “Glow”

Meu voto: “Game of Thrones”

 

Comentários

comentários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like

Os Vencedores do Festival de Sundance 2018

Os vencedores do Festival de Sundance 2018, que