É chegada a hora das nossas apostas para o Emmy 2021.

A 73ª Edição do Primetime Emmy Awards 2021 acontece no próximo Domingo, dia 19 de Setembro, com a cerimônia rolando a partir das 21h. Apesar de termos várias categorias já muito óbvias nas escolhas dos votantes -lutar contra a vitória de Ted Lasso a essa altura é loucura-, várias outras ainda deixam dúvidas; algumas por falta de opção, outras porque a briga é acirrada mesmo e a diferença de votos não deve ser grande.

É um ano tão atípico que pode ser que, pela primeira vez após tantos anos e tentativas, a Netflix ganhe um Emmy de Melhor Série Dramática. Será que vem aí?

Enfim, relembre aqui todos os indicados do Emmy 2021 e vamos às nossas apostas…

Apostas | Emmy 2021:

DRAMA:

  • Melhor Série – Drama:

Deve ganhar: “The Crown”

Pode ganhar: Não subestimaria a força da ex-vencedora “The Handmaid’s Tale”; mas talvez o apelo popular e saudosista de “The Mandalorian” fale mais alto; “Pose” pode surpreender por sua última temporada que foi muito bem recebida.

Faltou: A deliciosa “P-Valley” e a segunda temporada de “For All Mankind” que, inclusive, se estivesse indicada mereceria ganhar por muito!

  • Melhor Atriz em Série – Drama:

Deve, pode e VAI ganhar: Emma Corrin, “The Crown”. ELA É O MOMENTO! Com a Princesa Diana da atriz nessa temporada não tem pra ninguém. Trabalho dela é uma unanimidade.

Pode surpreender: Mj Rodriguez, “Pose”. Seria uma grata surpresa para coroar a bonita história da série, que já rendeu um Emmy histórico a Billy Porter.

Faltou: Brandee Evans, por “P-Valley”.

  • Melhor Ator em Série – Drama:

Deve ganhar: Josh O’Connor, é o favorito por “The Crown” e parece ser a grande noite da Netflix esse ano.

Pode ganhar: Billy Porter pode muito bem ganhar seu segundo Emmy por “Pose” e não seria surpresa. O’Connor é o favorito mas é uma disputa aberta.

  • Melhor Atriz Coadjuvante em Série – Drama:

Deve, pode e vai ganhar: Gillian Anderson, “The Crown”. Não tem pra ninguém!

Faltou: Sarah Jones, quem viu, sabe. Merecia todos os prêmios da terra na sua categoria. Sonya Walger vem logo atrás. Ambas por “For All Mankind”.

  • Melhor Ator Coadjuvante em Série – Drama:

Deve, pode e vai ganhar: Michael K. Williams é o favorito por “Lovecraft Country” e deve ter uma vitória póstuma. Seu primeiro Emmy em cinco indicações e uma homenagem que devia ter recebido em vida. Um dos grandes da TV e um privilégio poder ter acompanhado sua carreira. Que o Emmy faça jus ao seu nome!

Faltou: Michael Dorman, por “For All Mankind”. A dupla com Sarah Jones é fenomenal!

  • Melhor Roteiro em Série – Drama:

Deve ganhar: A noite parece que vai ser dela e Peter Morgan deve levar pelo episódio “War”, de “The Crown”.

Pode ganhar: O  “Series Finale” de “Pose”.

Arriscaria uma reviravolta: Misha Green pelo episódio “Sundown”, de “Lovecraft Country”. Por que não?

Faltou: Mas é óbvio que faltou ela, “For All Mankind”. O último episódio da temporada, “The Grey“, é simplesmente uma das melhores horas da década. Assistam!

  • Melhor Direção para Série – Drama:

Deve e vai ganhar: Benjamin Caron, pelo episódio “Fairytale” de “The Crown”. Parece pura mágica a introdução de Lady Di.

Pode ganhar: Steven Canals pelo “Series Finale” de “Pose” ou Liz Garbus pelo episódio “The Wilderness” de “The Handmaid’s Tale”.

COMÉDIA:

  • Melhor Série – Comédia:

Vai ganhar: “Ted Lasso” numa das pedras mais cantadas dos últimos anos. A água com açúcar da Apple TV+ bateu forte demais.

Merecia ganhar: “Hacks” é outro patamar.

Já venceu por estar aqui: “Pen15”.

Faltou: “Girls5Eva”

  • Melhor Atriz em Série – Comédia:

Vai vencer: Jean Smart por “Hacks”. Se perder a TV Academy decreta falência.

Pode decretar a falência da TV Academy ganhar: Kaley Cuoco por “The Flight Attendant”, que é bem divertida. HBO Max fez boas apostas.

Faltou: Maya Erskine por “Pen15”, Sara Bareilles por “Girls5Eva” e Jane Levy por “Zoey’s Extraordinary Playlist”

  • Melhor Ator em Série – Comédia:

Vai ganhar: Jason Sudeikis por “Ted Lasso”. Precisa falar algo?

  • Melhor Atriz Coadjuvante em Série – Comédia:

Vai ganhar: Hannah Waddingham por “Ted Lasso” e quem vai reclamar? Eu é que não. Rebecca é a melhor coisa de “Ted Lasso” por muito.

Merecia ganhar: Hannah Einbinder por “Hacks”. Devia concorrer como atriz principal, mas a gente entende o encaixe aqui. E vou reclamar quando ela perder.

Faltou: Naomie Ackie, por “Master of None”, e seria minha favorita na categoria.

  • Melhor Ator Coadjuvante em Série – Comédia:

Deve ganhar: Brett Goldstein, por “Ted Lasso”. Não subestimem o amor pela série.

Pode ganhar: Kenan Thompson por “Saturday Night Live” é pra muitos o favorito. Mas eu acho que “Ted Lasso” leva mais essa.

  • Melhor Roteiro para Série – Comédia:

Vai ganhar: O Piloto de “Ted Lasso”

Pode ganhar: “There Is No Line (Pilot)” de “Hacks”

Merecia ganhar: Maya Erskine pelo episódio “Play”, de “Pen15”

  • Melhor Direção para Série – Comédia:

Vai ganhar: Zach Braff (???) pelo episódio “Biscuits” de “Ted Lasso”

Pode ganhar: Susanna Fogel pelo episódio “In Case Of Emergency”, de “The Flight Attendant”

Merecia ganhar: Lucia Aniello, pelo episódio “There Is No Line (Pilot)”. “Hacks” é a comédia do ano.

ANTOLOGIA, SÉRIE LIMITADA OU FILME PARA TELEVISÃO:

  • Melhor Série Limitada ou Antologia:

Vai ganhar: “The Queen’s Gambit” e a Netflix vai fazer a farra mesmo.

Pode ganhar: “Mare Of Easttown”, a série da HBO foi um sucesso tremendo e é muito querida.

Merecia ganhar: “I May Destroy You”. Mas num mundo perfeito “The Underground Railroad” seria a absoluta e inquestionável favorita.

  • Melhor Atriz em Antologia, Série Limitada ou Filme:

Deve ganhar: Anya Taylor-Joy por “The Queen’s Gambit”. Ganhou todas as prévias e, apesar de ter parecido perder força, a série já venceu 9 categorias no Creative Arts Emmy. Vem com tudo.

Pode ganhar: Kate Winslet, por “Mare Of Easttown”. Vem muito forte e briga voto a voto com a Anya Taylor-Joy.

Merecia ganhar (entre as indicadas): Michaela Coel por “I May Destroy You”. Dispensa comentários.

Faltou e merecia ganhar: Thuso Mbedu por “The Underground Railroad”. Atuação do ano. Sem mais.

  • Melhor Ator em Antologia, Série Limitada ou Filme:

Deve ganhar: Paul Bettany por “WandaVision” numa categoria decepcionante.

Pode ganhar: Hugh Grant por “The Undoing”

  • Melhor Atriz Coadjuvante em Antologia, Série Limitada ou Filme:

Deve e vai ganhar: Kathryn Hahn por “WandaVision” (Disney+) é a favorita e finalmente deve ser reconhecida

Pode ganhar: Julianne Nicholson por “Mare Of Easttown” e outra atriz que finalmente pode ter seu trabalho reconhecido depois de tanto tempo entregando boas atuações.

Faltou: Sheila Atim por “The Underground Railroad”

  • Melhor Ator Coadjuvante em Antologia, Série Limitada ou Filme:

Vai ganhar: Evan Peters por “Mare Of Easttown”

Pode ganhar mas é improvável: Daveed Diggs por “Hamilton”

Faltou e merecia ganhar: Joel Edgerton por “The Underground Railroad”. Chocante o ator ter ficado de fora.

  • Melhor Roteiro para Antologia, Série Limitada ou Filme:

Deve ganhar: Michaela Coel por “I May Destroy You”, tendo o reconhecimento que merece

Pode ganhar: Scott Frank por “The Queen’s Gambit” e não acho que a distância de votos pra vitoriosa será grande. Brad Ingelsby por “Mare Of Easttown” corre por fora.

Faltou e merecia ganhar: O primeiro ou o nono episódio de “The Underground Railroad”.

  • Melhor Direção para Antologia, Série Limitada ou Filme:

Vai ganhar: Scott Frank por “The Queen’s Gambit”. A série não é favorita à toa.

Pode ganhar: Sam Miller, Michaela Coel, pelo episódio “Ego Death” de “I May Destroy You” ou Craig Zobel, por “Mare Of Easttown” e por ser um veterano da TV.

Merecia ganhar: Barry Jenkins, por “The Underground Railroad”. Uma lástima que sua série não seja a favorita em todas as categorias possíveis.

REALITY:

  • Melhor Programa de Competição:

Deve, pode e vai ganhar: “RuPaul’s Drag Race”

VARIEDADE:

  • Melhor Serie de Variedade – Talk:

Vai ganhar: “Last Week Tonight With John Oliver”. De novo, né

Pode ganhar: “Conan”, por ter sido a última temporada de seu programa.

  • Melhor Série de Variedade – Esquetes:

Vai ganhar: “Saturday Night Live”

Merecia ganhar: “A Black Lady Sketch Show”

  • Melhor Especial de Variedade (Pré-Gravado):

Deve ganhar: “Hamilton”

Pode ganhar: “Bo Burnham: Inside”

  • Melhor Especial de Variedade (Ao Vivo):

Deve ganhar: “Celebrating America”

Pode ganhar: A cerimônia de premiação do Grammy ou do Oscar.

  • Melhor Roteiro para Série de Variedade:

Vai ganhar outra vez: “Last Week Tonight With John Oliver”

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.