Primeiro filme que lembro ter assistido na vida:

Sim, eu já comecei em grande estilo minha vida cinematográfica. Jurassic Park (1993) foi o primeiro filme que meu pai alugou quando compramos um vídeo-cassete lá perto dos anos 2000. Lembro que fiquei com os olhinhos brilhando de ver aqueles bichões que pareciam tão reais, tanto que meu sonho na infância era de ser paleontóloga depois de ver aquilo.

 

Primeiro filme assistido no cinema:

Eu era/sou completamente apaixonada pelos desenhos antigos do Scooby-Doo que passavam no SBT à tarde, então um dos dias mais felizes da minha infância foi quando meus pais me levaram pela primeira vez no cinema para ver Scooby-Doo (2002). Não devo ter piscado nem uma única vez…

 

O filme que fez eu me apaixonar por dramas:

Até os meus 16 anos aproximadamente eu odiava filmes de drama, só assistia filmes de ação ou terror. Os rotulava como chatos, parados, sonolentos e afins. Mas em uma tediosa noite de ano novo resolvi ver “O Pianista” (2002) para esperar a hora da virada, o resultado foi uma porrada no meio da minha cara em forma de arte, emoção e grandiosidade. Depois desse dia o gênero drama passou a ser o meu favorito dentre todos.

 

O filme que fez eu me apaixonar por um diretor:

Bastardos Inglórios (2009) foi o primeiro filme de Quentin Tarantino que vi na vida (não me perguntem em que buraco eu estava enfiada até então) e aquele estilo de filmagem, aquela trilha sonora, aquele roteiro, aquela abertura foi mind-blowing total. Depois daquilo eu me joguei de cabeça no mundo do cinema, tanto que criei um blog sobre o assunto e cheguei a escrever roteiros pra filmar com os coleguinhas de escola. (não foi pra frente)

 

O filme que me fez gostar de heróis e HQs:

Acho que os 2 primeiros filmes da trilogia Homem Aranha de Sam Raimi (vamos ignorar o 3) foram os que eu mais revi na vida. Sério, eu acho que assistia uma vez por semana pelo menos de tanto que eu gostei e eles me fizeram começar a pesquisar sobre HQs e super heróis, coisa que eu não ligava muito, e hoje o gênero é um dos que mais me agradam quando o assunto é entretenimento do bom. Que nerd nunca ficou criando teorias loucas com os amigos sobre heróis não é?

 

O filme 3D que mais me impressionou no cinema:

Como na minha cidade não tem cinema, vou pouquíssimas vezes por ano. Quando resolvi de ultima hora ir com meu pai ver “Gravidade” (2013), sinceramente não esperando nada demais, tomei outra porrada no meio da cara. O que era aquele 3D? Como não tinha muita gente na sessão, sentei no melhor lugar possível pra ver um filme desse tipo, me senti literalmente no espaço: falta de ar, tontura, aquele silencio perturbador, coisas que eu nunca tinha vivenciado em nenhum outro filme 3D que eu tinha visto. Sai de lá toda me tremendo, assim como meu pai que começou a me convidar com mais frequência para ir ao cinema.

2 Comments

  1. Lindos filmes e bem organizados, gostei. essas são as nossas pegadas de cinéfilos!!!!

  2. Shoshanna!!!!!!!!!!!!……Personagem inspirada em Soshana Afroyim, grande pintora austríaca com uma forte história!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.