Will Smith é um ator no qual tenho certo apresso, talvez pelo fato de ter crescido com sua antologia série “Um Maluco no Pedaço”, na qual o consagrou. Entretanto, mesmo tendo grande simpatia pelo astro, realmente anda difícil defende-lo devido aos seus projetos um tanto que duvidosos, mas sempre que vou conferir um ainda fica aquela esperança de retomada do estrelado de um astro com certo potencial. Foi tal sentimento que me levou a conferir Golpe Duplo (Focus, no original), além de contar com a grande e promissora atriz do momento Margot Robbie (de O Lobo de Wall Street), contudo não foi dessa vez a surpresa.

A trama se baseia em golpistas e suas artimanhas para viver nessa vida, Nicky (Smith) é um especialista na arte do golpe, arriscando inclusive sua vida para conquistar a máxima quantidade de dinheiro possível, ele conhece a iniciante no crime Jess (Margot Robbie), iniciando um jogo de sedução e companheirismo entre os dois, mas sendo aquela relação entre a ingenuidade e a malícia. Em dado momento aparece na jogada o corredor de fórmula 1 e milionário Garriga (Rodrigo Santoro), alvo dos dois golpistas, entretanto a conflituosa relação dos dois acaba por atrapalhar os negócios, colocando vidas em risco e tudo a perder. É aquele beabá de sempre de todo thriller.

O principal problema é primeiro pelo roteiro se levar a sério demais, quando na verdade nada mais é que uma grande bobagem. Segundo é pela ambição, querendo ser muito mais do que de fato é, tenta ser um thriller à um passo além do espectador, quando na realidade é óbvio as inúmeras viradas e reviravoltas que virão. É um roteiro tão preguiçoso, com uns diálogos pseudo-metidos a inteligente, que até irrita, sobretudo por ver um elenco tão canastra. Will Smith realmente está na face caça-niqueis, Rodrigo Santoro numa caricatura grotesca de um latino fútil e manipulável e Margot Robbie repetindo, em outra dosagem, seu papel em O Lobo de Wall Street, porém com a complexidade de um poste. Direção super imatura, desaproveita ao máximo um material que já é ruim, o tornando intragável.

Golpe Duplo pode até ser um bom programa quando não se tem nada melhor para fazer, porém no final das contas é um filme tão irrelevante que mais vale a pena ficar em casa e procurar alguma obra realmente instigante. Pros fãs de Will Smith, busquem seus filmes mais interessantes, ou pelo menos esperem a estreia do “Esquadrão Suicida”, também com Margot Robbie e com um diretor mais maduro e ousado. Ai sim, quem sabe podemos ver um astro de volta, porque no momento só nos resta ver a degradação de um astro, isso sim é um grande golpe.

TRAILER LEGENDADO

 

1 Comment

  1. Pingback: Margot Robbie negocia para estrelar novo filme de Tarantino - Cine Eterno

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.