Título Original: The Nice Guys

Direção: Shane Black

Roteiro: Shane Black e Anthony Bagarozzi

Elenco: Russell Crowe, Ryan Gosling, Angourie Rice, Matt Bomer, Kim Basinger

Produção: Joel Silver

Estreia Mundial:  20 de Maio de 2016

Estreia no Brasil: 21 de Julho de 2016

Gênero: Ação/Comédia

Duração:  116 minutos

Classificação Indicativa: 14 Anos

Nice-Guys-scene

O cinema noir, desde seu início lá na década de 40 com os romances meio policiais e alguns mais carregados de suspense com as produções de Hitchcock, veio passando por diversas transformações. Porém, se antes tínhamos figuras conhecidas por este estilo, atualmente, além dos irmãos Coen, é difícil encontrar representantes dessa escola – ou pelo menos nomes relevantes. Um desses nomes que geralmente é esquecido é Shane Black que, a despeito de ser mais conhecido como roteirista de Máquina Mortífera, tem em sua filmografia o ótimo Beijos e Tiros o qual, de certa forma, se assemelha com Dois Caras Legais, seja pela humor macabro, seja pelo enredo sem pé nem cabeça (mas que no final da jornada funciona como um todo). E isso já é o suficiente para colocá-lo entre as mais interessantes produtores atuais do gênero.

Como acabei de comentar, não tem muito o que tentar explicar da trama de um noir, geralmente o enredo é complexo, com diversas subtramas, personagens, pistas. Enfim, vou me limitar a apresentar brevemente os personagens e deixarei, é claro, que vocês tenham a melhor experiência no cinema. Em resumo, March (Ryan Goslin) e Healy (Russel Crowe) são detetives particulares que acabam no mesmo caso: procurar uma tal de Amélia, que sumiu. A partir disso, os dois criam uma amizade curiosa sempre baseada em, praticamente, um sacanear o outro. E daí surge o humor macabro do filme que não tem medo de pegar um pouco mais pesado ao tirar sarro de morte, de sexo, de drogas. Contudo, o mais interessante é que as piadas estão sempre relacionadas a quem está as proferindo ou aos próprios protagonistas, logo, não cai no famigerado politicamente incorreto.

niceguys-1449438449669_1280w

Ademais, é um grande acerto do diretor (e roteirista) saber lidar com os atores. Ryan Gosling tem um ótimo timing cômico; Russell Crowe, não. Então, ele molda o caráter dos dois anti-heróis aos acontecimentos e fica engraçadíssimo, visto que o primeiro aproveita muito suas habilidades com a comédia, ao passo que, no segundo, o humor é construído em função da sua reação mais séria a certos acontecimentos. E nessa dinâmica Dois Caras Legais leva o público nas quase imperceptíveis duas horas de projeção, além de, obviamente, trazer a tona os noirs de boa qualidade – algo que, ultimamente, é difícil de acontecer.

E eu não poderia terminar a crítica sem fazer a piada pronta de que Dois Caras Legais é muito legal (:D).

TRAILER LEGENDADO

1 Comment

  1. Pingback: Série Limitada Godless Ganha Trailer Completo - Cine Eterno

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.