Direção: Gabriel Riva Palacio Alatriste e Rodolfo Riva-Palacio Alatriste

Roteiro: Gabriel Riva Palacio Alatriste e Rodolfo Riva-Palacio Alatriste

Elenco: Omar Chaparro, Maite Perroni

Produção:Ignacio Martínez Casares e Mychal Simka

Estreia no Brasil: 11 de Agosto de 2016

Duração: 98 minutos

Gênero: Comédia/Animação/Aventura

Classificação Indicativa: Livre

20160613-cantando-de-galo-papo-de-cinema-9

Em tempos que as animações norte americanas encabeçadas pela Disney, Pixar e DreamWorks são praticamente o único contato do cinema com o gênero, sempre desperta alguma curiosidade quando aparece algo fora desse meio. Neste ano já tivemos o interessante No Mundo da Lua, produção espanhola que, a despeito de alguns probleminhas, conseguiu entreter e mostrar um potencial. Eis que, agora, representando o México, temos Cantando de Galo, um filme que até pode enganar os mais desavisados por sua temática envolvendo briga de galos e a luta pela conquista de uma fazenda em falência. Entretanto, o mau gosto tanto das piadas quanto da abordagem prova que o galo não devia ter saído do galinheiro, digo, o longa não deveria ter chegado às telonas.

Assemelhando-se ao fraco Nem Que A Vaca Tussa da Disney, a história da fita consiste na união dos animais para evitar a falência e consequente venda da fazenda em que moram. E como vão fazer isso? Vão vender leite, ovos ou talvez ajudar a plantar? Claro que não, eles decidem apostar o futuro da propriedade em uma briga de galo, obrigando Toto (um franguinho que sonha em ser um galo macho alfa) a se preparar para uma batalha contra o temido e invicto Bankivoide. Assim começa a jornada do protagonista para, no estilo Rocky Balboa, lutar contra todos os seus medos e adversidades a fim de salvar a pele de todo mundo.

20160613-cantando-de-galo-papo-de-cinema-1

Bem, são tantos problemas que fica difícil saber por onde começar. Não preciso nem dizer que a direção e roteiro são totalmente ineficientes, uma vez que tentam de todas as maneiras fazer referências, aliás, cópias de ícones da cultura pop, decisão que se revela temerária diante do público que se quer atingir. Tanto pelo tracejado da animação, quanto da paleta de cores atribuídas aos personagens é inegável o objetivo dos realizadores de alcançar crianças pequenas, porém duvido que elas já assistiram O Poderoso Chefão, Star Wars, Rocky Balboa. Assim mais parece que o roteiro foi forjado para se parecer com esses ícones, do que pensado e montado para ser inédito. Ressalto que não há problema na referência, Zootopia está aí para provar que é possível montar um universo calcado na cultura pop, mas ainda sim ter originalidade, algo que falta muito aqui.

Além dos problemas técnicos, existe uma questão moral forte – e preocupante -, tendo em vista a abordagem da fita em relação às brigas ou rinhas de galo, prática responsável por mortes brutais e desnecessária de aves pelo mundo. Inclusive, no brasil, é crime, conforme a Lei de Crimes Ambientais (Lei 9.605 de 1988), “Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos”, com pena que varia de três meses a um ano de detenção mais multa. Dessarte, beira o absurdo a decisão de transformar em “Rocky Balboa” algo que geralmente resulta na mutilação e morte de animais. Ainda mais em um filme para crianças.

maxresdefault

Por fim, destaco que Cantando de Galo tem um que outro momento engraçado, os personagens, pelo menos, são carismáticos, mas nada que justifique a sua duração de uma hora e quarenta, levando em conta que todo arco principal, se cortarmos as batalhas desnecessárias e alguns animais sem serventia alguma para narrativa, é resolvido em menos de uma hora. Dessa forma, o longa, a despeito da importância que tem para a animação mexicana, considerando o seu grande lançamento nas sala dos EUA, ainda não mostra um diferencial ou um potencial do país nesse gênero. O jeito é esperar pelo próximo.

TRAILER DUBLADO

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.